O que é um sistema ERP? Saiba para o que serve e seus benefícios

O mundo está passando por grandes transformações, principalmente em termos de novas tecnologias. Hoje, já é possível encontrar sistemas capazes de facilitar o processo de gestão de uma empresa, aumentando sua qualidade e garantindo um bom posicionamento no mercado. O uso de um sistema ERP pode ser crucial para modificar a administração de um negócio, independentemente do ramo de atuação.

Muitas pessoas ainda não sabem o que é ERP, mas esse tipo de software pode, por exemplo, otimizar recursos e facilitar toda a gestão do negócio por meio da integração de diversas áreas. E você? Sabe o que é um sistema ERP? Continue a leitura deste artigo e descubra para o que serve e quais são seus benefícios. Vamos lá!

O que é ERP?

ERP (Enterprise Resource Planning ou Planejamento de Recursos Empresariais) é um software responsável por melhorar os processos gerenciais em uma empresa, automatizando os procedimentos e integrando os principais setores do negócio.

Com ele, as atividades de certas áreas — como vendas, contabilidade, estoque, fiscal, finanças, compras, produção, logística e recursos humanos — poderão ser administradas em uma única plataforma, simplificando e facilitando o trabalho dos gestores.

Como esse software funciona?

Antes de implementar um ERP, é preciso analisar todos os setores da empresa, identificando aqueles que são necessários ao seu funcionamento. Com isso, é possível dizer que a adoção desse tipo de sistema poderá ocasionar mudanças na cultura da organização.

É importante deixar claro que esse tipo de software é comumente dividido em módulos que possuem diferentes finalidades específicas para atender às demandas do negócio. No caso de uma concessionária de veículos, por exemplo, deve-se procurar funcionalidades como gestão de caixa, emissão de nota fiscal, marketing, cadastro de produtos e fornecedores (no caso de peças e itens de manutenção), entre outros.

Obviamente, existem alguns pontos que a maioria dos programas apresentam: itens como a automação do setor comercial, a redução de custos, a criação de um planejamento eficiente e o avanço nas estratégias de marketing são alguns exemplos. A seguir, veja mais sobre cada um deles.

Automação do setor comercial

O setor comercial é fundamental para qualquer empresa que trabalha com vendas. Dessa maneira, é de grande valia fornecer informações precisas aos vendedores, de forma que eles possam prover o melhor atendimento possível aos clientes.

Outra importância do uso de um ERP é a velocidade e a segurança que ele dará ao sistema. Por meio de funcionalidades específicas para esse setor, será possível diminuir o tempo necessário para fechar uma venda, otimizando todo o processo.

Redução de custos

A redução de custos também é um ponto que merece destaque. Devemos lembrar que aquilo que não é medido não pode ser gerenciado. Assim, um sistema ERP permite a diminuição do tempo para a execução das atividades, aumento da produtividade e, consequentemente, redução de custos.

A disponibilização de informações em tempo real permite ao gestor a identificação dos setores que estão apresentando os maiores gastos e os menores retornos, permitindo a adoção de medidas para mudar esse panorama.

Planejamento eficiente

O planejamento é essencial para a gestão de qualquer negócio. Para uma concessionária de veículos, por exemplo, o uso de um sistema ERP pode ser o que falta para o sucesso.

Para conhecer a situação atual da empresa e estabelecer os objetivos a serem alcançados é preciso contar com informações que estejam atualizadas e integradas a todas as áreas do negócio.

Ter ciência da representatividade de cada setor e saber a importância de cada um deles permite ao gerente criar um planejamento eficaz, que consiga antever os problemas e criar soluções para melhorar o desempenho da empresa — para curto, médio e longo prazo.

Para que serve um software ERP?

A implementação de um software ERP é utilizada para otimizar os processos empresariais e integrar os principais setores de uma empresa, simplificando toda a rotina de um negócio.

A partir disso, podemos dizer que um ERP pode ser visto como uma forma de centralizar toda a gestão de uma organização, compartilhando informações em tempo real e de uma maneira efetiva. Dessa forma, erros serão evitados e retrabalhos não serão necessários, aumentando os níveis de satisfação dos clientes e tornando a sua fidelização mais fácil. ​

O ERP também pode ser utilizado para o cumprimento de obrigações fiscais, ajudando os profissionais a emitirem notas fiscais, garantindo o pagamento dos impostos nas datas corretas e certificando que alvarás e outros documentos estejam sempre em dia.

Quais os benefícios?

A adoção de um sistema ERP já não é considerada uma inovação, mas sim uma exigência do mercado. As empresas que não se preocuparem com a automatização e com a otimização de funções perderão espaço e verão suas vendas despencarem.

Como você já pôde perceber existem inúmeros benefícios de se investir em um ERP para a gestão empresarial. Dentre os principais, é possível destacar:

  • acesso a diversas informações em um único lugar;
  • facilidade para realizar análises;
  • simplificação do processo de tomada de decisão;
  • eliminação de controles paralelos;
  • automatização dos processos;
  • aumento da produtividade;
  • melhoria nos processos de comunicação;
  • integração das principais áreas do negócio;
  • redução de custos;
  • melhor gerenciamento do fluxo de caixa;
  • aumento da qualidade do serviço oferecido.

Qual a sua importância para a empresa?

Devido aos seus benefícios, o uso de um sistema ERP é fundamental para a gestão de qualquer empreendimento. Existem alguns pontos que merecem destaque, como a produção de relatórios — sempre atualizados — sobre os principais resultados da operação.

Com poucos cliques será possível ter noção do andamento das atividades e do desempenho da empresa em um determinado momento. Itens como fluxo de caixa, número de vendas e investimentos poderão ser avaliados constantemente.

Não obstante, torna-se mais fácil definir metas e objetivos, tomar decisões, controlar os custos, identificar despesas supérfluas, realizar investimentos, entre outras ações importantes. Assim, pode-se afirmar que esses documentos são essenciais para que o gestor possa acompanhar toda a operação do negócio.

Agora que você já sabe o que é ERP, está na hora de investir nesse software e melhorar toda a gestão do seu negócio, não é mesmo? Para isso, procure por empresas especializadas no seu ramo de atuação, contratando sistemas que estejam de acordo com suas necessidades e que sejam capazes de melhorar seus resultados. Não perca tempo!

E aí, gostou do nosso artigo? Aprendeu o que é ERP? Ficou interessado? Então, assine nossa newsletter e fique por dentro de todas as nossas atualizações!

Deixe uma resposta