Veja 6 grandes tendências tecnológicas para o mercado automotivo

Nos últimos anos, alguns setores tradicionais passaram por grandes transformações, como foi o caso do mercado automotivo. Inúmeras inovações foram desenvolvidas, mudando a forma como os negócios são realizados. 

Nesse sentido, podemos dizer que o futuro já chegou. Não se trata mais de um exercício de olhar para o futuro e ver o que pode impactá-lo, mas, sim, analisar as tendências tecnológicas que dominarão o mercado em poucos anos. 

É válido dizer que novos investimentos estão sendo realizados no setor automotivo. Apesar de o futuro ser imprevisível, podemos observar as principais tendências que serão incorporadas na atuação das empresas. 

Ficou interessado? Então, continue a leitura deste artigo e veja 6 grandes tendências tecnológicas para o mercado automotivo. Não deixe para depois!

1. Aprenda mais sobre Inteligência Artificial

A Inteligência Artificial (IA) pode ser definida como um ramo da ciência da computação, utilizado para elaborar dispositivos que simulem nossa capacidade de raciocinar, tomar decisões e resolver problemas, ou seja, a capacidade de sermos inteligentes.

É interessante destacar que existem várias aplicações do recurso de Inteligência Artificial nos dias atuais, como em jogos, programas de computador, robótica, dispositivos de reconhecimento de voz, entre outros. 

No mercado automotivo, podemos destacar a tecnologia empregada nos carros autônomos, a possibilidade de um automóvel realizar manobras (como uma baliza) sem a necessidade de intervenção humana, entre outras situações.

2. Conheça o Big Data

O conceito de Big Data faz parte de uma gama de novos conceitos criados pela Inteligência Artificial. A partir disso, podemos afirmar que o Big Data Analytics representa o uso de técnicas avançadas para a identificação de informações importantes e variadas. 

Essas informações serão devidamente registras, analisadas e gerenciadas. Assim, os profissionais terão dados suficientes para melhorarem a tomada de decisão. Em consonância, haverá aumento na eficiência do processo, permitindo que as empresas analisem dados que eram considerados inexplorados, obtendo novos conhecimentos e novas informações. 

É válido destacar que o mercado automotivo apresenta uma gama incrível de informações, geradas pelos veículos e pelos usuários. Isso certamente será motivo para que o investimento em Big Data seja cada vez mais presente.

3. Veja o Machine Learning

O Machine Learning (aprendizado de máquina, em português) é uma nova forma de análise de dados, capaz de automatizar a construção de modelos analíticos, sendo considerado um ramo da inteligência artificial.

De acordo com essa tendência, os sistemas podem aprender com dados, identificando padrões e tomando decisões com o mínimo de intervenção humana. Não podemos deixar de mencionar que o Machine Learning surgiu com o reconhecimento de padrões e a teoria de que os sistemas computacionais podem aprender sem serem programados para tais tarefas. 

Essa interatividade das máquinas é essencial para que elas possam adaptar-se sempre que forem expostas a novos dados. Por meio de informações anteriores, passíveis de repetição, os sistemas poderão tomar decisões e apresentar resultados confiáveis.

Evidentemente, essa não é uma tecnologia 100% nova. Já existem alguns exemplos de Machine Learning que, provavelmente, você já ouviu falar, como os carros autônomos, as ofertas recomendadas de grandes sites (Amazon e Netflix), os sistemas de detecção de fraudes, entre outros. 

4. Surpreenda-se com a Internet das Coisas

A Internet das Coisas (tradução de Internet of Things — IoT) pode ser definida como a conexão em rede de objetos físicos, ambientes, máquinas e veículos, por meio de dispositivos eletrônicos capazes de permitir a troca de informações. 

Nesse sentido, os veículos estarão cada vez mais conectados, criando uma rede de dados e informações a serem explorados, como a experiência do consumidor.

Essas informações poderão ser utilizadas pelas empresas do mercado automotivo para aprender sobre as principais características do seu público-alvo, identificando seus gostos, costumes e outros aspectos importantes. 

Um bom exemplo da IoT no mercado automotivo ocorre quando ligamos nosso veículo, e nosso celular se conecta automaticamente com o computador de bordo. É importante destacar que automóveis cada vez mais conectados estão se tornando uma prioridade para os consumidores. Pense no impacto que isso pode causar para uma concessionária. 

5. Não se assuste com os carros autônomos

Carros autônomos estão se tornando um dos principais desejos dos consumidores e, a cada dia que se passa, eles ficam mais próximos da realidade. Empresas como Google e Uber estão realizando pesquisas com essa nova tecnologia. Outras empresas, como Volvo, Audi, Cadilac, BMW e Mercedes-Benz, também já colocaram alguns protótipos nas ruas. 

É interessante dizer que esses veículos são capazes de processar um grande volume de dados, permitindo que as empresas conheçam mais sobre seus consumidores. Então, haverá um novo cenário produtivo, em que os profissionais precisarão trabalhar em sintonia com as necessidades dos clientes finais.

Os carros autônomos são considerados um dos futuros da humanidade, principalmente quando levamos em consideração que o tempo é um recurso cada vez mais escasso, e perdê-lo em deslocamentos no trânsito é um grande desperdício.

Grandes cidades, como São Paulo e Nova York, podem incorporar esse conceito, possibilitando que as pessoas sejam mais produtivas e façam melhor uso do tempo disponível no trânsito. 

6. Ganhe conectividade

Novas tecnologias no mercado automotivo, conhecidas como V2V (Vehicle to Vehicle) e V2X (Vehicle to Everything), podem transformar completamente a relação com os smartphones. 

Além da já abordada IoT, essas tendências farão com que os carros tenham funções incríveis, como:

  • identificar itens na via e informar o condutor;
  • entrar em contato com serviços de segurança e saúde, em caso de acidentes;
  • ajudar na realização de manobras, como as “temidas” balizas. 

Esses são apenas alguns exemplos do impacto da conectividade no mercado automotivo. Algumas situações já se tornaram realidade, como o fato de os carros já estarem conectados à internet

Veículos conectados trarão grandes facilidades para o acompanhamento e compartilhamento de dados e informações, o que, certamente, mudará a forma como veículos são comercializados. 

É preciso estar atento às inovações do mercado automotivo, mas é fundamental ter ciência que nem todas as tecnologias deverão ser empregadas por sua concessionária. O ideal é conhecê-las profundamente, entendendo como cada alternativa pode ajudar o seu negócio.

E aí, gostou das grandes tendências tecnológicas para o mercado automotivo? Achou nossas informações válidas? Então, compartilhe esse artigo em suas redes sociais e mostre para seus amigos que você está por dentro das principais novidades do mercado. Contamos com você!