6 tipos de clientes que você com certeza vai encontrar no mercado

No mercado, a qualidade do atendimento acaba sendo mais importante que o preço dos produtos ou serviços oferecidos para os compradores. Providenciar uma boa recepção de vendas é um processo rentável de fidelização e retenção do público, por isso, conhecer os tipos de clientes que visitam a concessionária se mostra essencial para o negócio.

Assim, é possível aumentar as chances de venda melhorando a credibilidade e confiança que a empresa tem no mercado. Nesse contexto, pesquisa realizada pela Revista Pequenas Empresas, Grandes Negócios mostra que 61% dos consumidores preferem um bom atendimento em detrimento a preços mais baixos.

Quer saber como melhorar o seu atendimento com os diversos tipos de clientes que vemos no dia a dia? Então, continue lendo este texto para conhecer os 6 principais tipos de consumidores e como lidar melhor com eles! Boa leitura!

1. O cliente decidido

O cliente decidido pode se tornar um problema durante a finalização da compra se não houver um bom atendimento. Isso acontece principalmente por ele já ter em mente os objetivos traçados sobre o que deseja adquirir.

Geralmente esse tipo de comprador já tem um vasto conhecimento sobre o automóvel que pretende comprar, conhece as demais marcas no mercado e está em sua concessionária para fechar negócio.

Nesse cenário, um passo em falso pode fazer com que ele desista da compra e acabe indo para a concorrência para realizar sua aquisição. Portanto, é imprescindível escutar o que o cliente tem a dizer e deixá-lo tomar a decisão no momento ideal para finalizar a compra.

Também, por ser alguém já decidido e que conhece o veículo que pretende adquirir, é importante fazer as apresentações sobre os produtos e serviços de maneira curta e objetiva.

2. O cliente indeciso

Aqui, ao contrário do cliente que já sabe exatamente o que quer e conhece bem os produtos, o consumidor indeciso é cheio de dúvidas sobre a sua aquisição e se questiona se realmente necessita do que está comprando.

Esse é um dos tipos de consumidor que vai colocar diversas objeções para dificultar a finalização da venda. Tal atitude acaba sendo desgastante para os vendedores, mas há maneiras de convencê-los, focando em suas necessidades ao invés dos produtos em si.

Desse modo é necessário sondar informações sobre o que ele realmente procura, apresentando um material de apoio sobre o que a concessionária pode oferecer. Assim, faça um test drive, demonstrando a excelência dos veículos e transmitindo confiança ao cliente. Deixe-o mais à vontade para analisar as características dos automóveis, contudo, fique de prontidão para eventuais dúvidas que possam surgir.

Se ainda assim o consumidor estiver relutante com a aquisição, conversar com ele e mostrar os benefícios perdidos ao desistir da compra é uma oportunidade de melhorar as chances de efetivar a venda.

3. O cliente apressado

Devido à rotina acelerada das pessoas, muitos clientes acabam se mostrando impacientes e agitados durante o processo de compra.

É um tipo difícil de lidar, pois o atendimento acaba sendo muito rápido, dificultando as oportunidades de convencê-lo da compra pela falta de tempo para a argumentação sobre os benefícios do produto.

Por isso, é ideal que o atendimento seja feito no tempo dele. Ignorar esse fato pode fazer com que ele saia de mãos vazias da concessionária. Normalmente esse tipo de consumidor já está decidido do que precisa, então, atendê-lo sem prolongar o assunto, demonstrando outras opções, acaba sendo o ideal para concretizar uma venda.

Ainda, devido à rapidez necessária, é importante priorizar as informações indispensáveis sobre o produto.

4. O cliente não comunicativo

Esse tipo de cliente dificilmente vai procurar estabelecer uma comunicação verbal com os vendedores. Por isso, acaba sendo um dos mais difíceis de lidar, prejudicando o processo de vendas.

Por conta da falta de comunicação, fica mais complicado compreender as suas necessidades e anseios sobre os veículos e produtos da marca. Isso acaba impossibilitando entender o que o consumidor espera sobre a sua futura aquisição, como as características que ele procura no produto ou o que ele gostaria de ter.

Assim, é necessário observar nesse tipo de cliente os sinais e expressões que ele transmite. Desse modo, é possível obter informações valiosas apenas analisando as reações do consumidor e providenciar um atendimento de qualidade.

5. O cliente negociador

O cliente negociador tem como característica querer sempre alguma vantagem em suas aquisições. Isso significa que ele só vai levar algo se sentir que está se beneficiando — de alguma maneira — a mais que os outros compradores.

Por isso, é importante dar a atenção necessária a ele, tirar suas dúvidas, apresentar sugestões e se mostrar aberto a negociações. Entretanto, para isso, é necessário ter um limite e não ceder a todas as propostas do cliente.

6. O cliente nervoso e grosseiro

Seguindo a linha do cliente não comunicativo, o nervoso e grosseiro é um dos mais difíceis de se relacionar. Logo, é preciso saber lidar com a situação para manter o controle e providenciar um atendimento de qualidade.

Esse tipo de comprador discute por qualquer coisa, seja por assuntos relevantes ou de pouca importância. Nesse contexto, acaba se necessitando de atenção e delicadeza para lidar com o atrito e ser capaz de consolidar uma venda.

Desse modo, evite interromper um consumidor que demonstra nervosismo, já que isso pode piorar a sua agressividade. Tente acalmá-lo demonstrando a intenção de oferecer um bom serviço e que está fazendo tudo ao seu alcance para satisfazê-lo.

Ser ágil e eficiente durante o processo de vendas é o ideal para evitar um atrito maior, além de sempre manter um tom de voz adequado — mesmo quando o cliente nervoso está gritando —, são maneiras efetivas de contornar o cenário.

Providenciar um atendimento de qualidade, para qualquer um dos tipos de clientes que encontramos no dia a dia, é uma ótima oportunidade de consolidar a reputação da marca no mercado garantindo confiança e credibilidade ao público da empresa.

Essa ação se mostra muito rentável, potencializando as chances de concretizar vendas, aumentando a lucratividade do negócio e gerando um diferencial competitivo em relação a outras marcas. 

Gostou deste texto? Sim? Então aproveite e leia este artigo para que você entenda o que são leads e como eles guiam o marketing na direção certa!