Entenda como calcular a margem de lucro ideal do seu negócio

Todos os dias novas empresas são abertas, mas muitas também fecham. Isto ocorre devido ao fato de o empreendedor não conhecer aspectos essenciais para manter um negócio funcionando. Para que sua empresa não feche as portas, há algo muito importante que você precisa compreender bem: o cálculo da margem de lucro ideal do seu negócio.

Se você deseja construir uma empresa realmente bem-sucedida, sua primeira etapa é criar preços que gerem lucro líquido. Para isto, é necessário calcular a margem de lucro atual e chegar à ideal. Mas você sabe como fazer isso?

Continue lendo nosso artigo para saber como esse cálculo é importante e como realizá-lo da forma correta. Acompanhe!

Para que serve a margem de lucro?

A margem de lucro mede o quanto uma organização ganha com suas vendas. A sua principal função é otimizar as vendas dos serviços e produtos de uma empresa, pois por meio desse cálculo é possível considerar custos relacionados e estabelecer o acréscimo sobre os custos na elaboração do preço final de venda.

Como saber se o negócio está operando dentro de uma margem de lucro ideal?

Está sob o controle do gestor a formação do preço de venda que engloba pontos como o custo de produção. Porém, há outros que não estão sob seu comando, por exemplo, quanto o mercado pagará por aquele serviço ou produto.

Assim, não adianta querer cobrar um preço que está fora do que é praticado pelo mercado. Este pensamento foge um pouco de cenários em que se considera um serviço ou produto que ainda não tenha sido explorado no mercado, não havendo referência de preços.

É importante ressaltar que, se seu negócio não estiver nessa situação — que possibilite cobrar um preço diferenciado — então, é melhor que fique em alerta ao que acontece no mercado. Também é importante atentar ao custo de produção, a fim de operar dentro da margem de lucro ideal.

Como é feito o cálculo?

O cálculo da margem de lucro bruto (MLB) é bem simples:

MLB = (lucro bruto / faturamento) X 100. O resultado é expresso em percentual.

Isto é, se uma empresa vende R$ 30 mil por mês (faturamento), com lucro bruto de R$ 20 mil, MLB = 20.000/30.000 = 0,66 X 100 = 66%. Esta fórmula pode ser utilizada também para calcular a margem de lucro líquido, que caracteriza melhor os ganhos reais.

É só realizar a substituição do valor do lucro bruto pelo lucro líquido na equação que vimos acima. Caso essa porcentagem esteja muito baixa, tenha atenção: algum ponto da formação de preços e do controle financeiro pode prejudicar seu lucro!

Quais cuidados devem ser tomados na hora de calcular?

É importante não se esquecer de incluir todos os custos necessários, os que variam conforme o volume de produção e aqueles que às vezes são deixados de lado pelo empreendedor, como os custos fixos, que existirão independentemente de haver produção ou não.

Caso o resultado alcançado seja negativo, ou menor do que a margem de remuneração do ramo em que você atua, é preciso dar uma olhada na sua eficiência operacional.

Qual o erro mais comum cometido pelas empresas ao calcular a margem de lucro?

Em pequenas e médias empresas, nem sempre é vantajoso cobrar preços baixos por produtos ou serviços. É comum que gestores caiam na armadilha de pensar que diminuir os preços significará grandes lucros no final do mês. Esta não é a realidade, pois normalmente a técnica funciona somente para grandes varejistas.

Por fim, é muito importante realizar o cálculo da margem de lucro ideal do seu negócio da forma correta. Isso dá um panorama mais preciso da realidade financeira da empresa e permite evitar prejuízos.

Você aprendeu a calcular a margem de lucro ideal? Então assine nossa newsletter para receber as nossas atualizações em sua caixa de entrada!